Como Vender sua Alma ao Diabo




Existe sempre alguém procurando por uma forma fácil de obter mais prazer, riqueza, fama ou poder. E isto parece que a cada dia se torna cada vez mais comum, especialmente numa sociedade onde existem tantos prazeres para serem desfrutados e tão pouco tempo para fazê-lo.

Mas esta forma fácil invariavelmente implica em uma conduta que extrapola os limites da ética e da moral, e mais ainda, dos valores espirituais mínimos que se espera de um ser humano decente e capaz de conviver de maneira harmônica em sociedade.

Todos conhecem inúmeros relatos de as pessoas que foram capazes de fazer coisas repugnantes e desprezíveis para alcançar rapidamente aquilo que mais desejavam.

Aparentemente desde os tempos da Idade Média, é dito que as pessoas que adotam este tipo de conduta realizam, de forma real ou simbólica, um Pacto com o Diabo, onde um sujeito vende sua alma a Satanás em troca de algum benefício.

Dizemos que um pacto pode ser real ou simbólico porque existem muitos relatos em livros de Magia sobre a realização efetiva de tais acordos, que podem acontecer não somente com entidades das sombras, mas também com seres de luz, como Anjos, Mestres e Deuses.

Os gnósticos não rejeitam a possibilidade de realizar esta classe de contratos, mas geralmente enfatizam que os pactos simbólicos com o demônio são mais comuns, inclusive sendo realizados por pessoas que desconhecem as artes mágicas, em situações ordinárias da vida comum.

Para os gnósticos, os demônios correspondem às forças negativas da alma de todo ser humano. Assim, sempre que um indivíduo cede à uma tentação qualquer, está “entregando” sua alma a tais forças, em troca de prazeres e sensações efêmeras, que o privam de sua consciência e o afastam de sua verdadeira identidade espiritual.


SERVOS DO MISTICISMO NEGRO

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...