Assassinos em série



MANCHESTER, GB, 19 jul (AFP) – O médico britânico Harold Shipman, condenado à prisão perpétua por 15 assassinatos, matou 215 pacientes, talvez 260, segundo as conclusões de uma investigação oficial divulgadas esta sexta-feira, em Manchester (Noroeste da Inglaterra). Esta cifra o torna um dos maiores assassinos em série da História.
Seguem abaixo alguns dos casos mais conhecidos de assassinatos em série:
- Na COLÔMBIA, Luis Alfredo Garavito, condenado em maio de 2000, em Bogotá, a 835 anos de prisão, é considerado culpado de 189 assassinatos.
- No EQUADOR, Pedro López Monsalve foi condenado em 1980 pelo assassinato e estupro de 60 crianças. É suspeito de 300 assassinatos.
- Na RÚSSIA, “o carniceiro de Rostov”, Andrei Chikatilo, foi declarado culpado de 52 assassinatos com motivos sexuais entre 1978 e 1990. As vítimas foram, em sua maioria, crianças e adolescentes. Ex-professor e doutor em Filosofia, foi executado em 1994.
- No PAQUISTÃO, Javed Iqbal, 38, foi condenado à morte em março de 2000, pelo assassinato de 100 crianças.
- Nos ESTADOS UNIDOS, John Wayne Gacy, “o palhaço assassino”, confessou ter estuprado e estrangulado 33 jovens entre 1972 e 1978. Vinte e nove corpos foram encontrados em sua casa. Foi executado no ano de 1994, em Illinois.
- Jeffrey Dahmer, “o carniceiro de Milwaukee”, cometeu 17 assassinatos entre 1978 e 1991, e reconheceu ter comido a carne de três vítimas. Morreu na prisão, nas mãos de outro detento, em 1994.
- Na ÁFRICA DO SUL, Moses Sithole, 32, foi condenado a 2.410 anos de prisão em 1997, por 38 assassinatos e 40 estupros.
- Na UCRÂNIA, Anatoli Onoprienko, 30, foi condenado à morte em 1§ de abril de 1998, pelo assassinato de 52 pessoas, entre elas 10 crianças, entre 1989 e 1996.


- Na ITÁLIA, Donato Bilancia, 46, confessou ter assassinado 17 pessoas entre outubro de 1997 e abril de 1998. Foi condenado em abril de 2000 a 13 penas de prisão perpétua em Gênova, no Norte da Itália.
- Na GRÃ-BRETANHA, Rosemary West foi condenada à prisão perpétua em novembro de 1995, por 10 assassinatos, e é suspeita de outros nove crimes. Na “Casa dos Horrores”, em Gloucester (Oeste), foram encontrados 10 corpos, entre eles os das filhas do casal West. O marido de Rosemary, Frederik, suicidou-se na prisão em janeiro de 1995, depois de ter confessado a autoria de 12 assassinatos.
- O britânico Dennis Nilsen foi condenado à prisão perpétua por ter matado 15 jovens em seu apartamento de Londres, entre 1978 e 1983.
- Na FRANÇA, Thierry Paulin, “o assassino de idosas”, foi preso em dezembro de 1987 e confessou ter assassinado 21 pessoas em Paris entre 1984 e 1987. Soropositivo, morreu no hospital da prisão em abril de 1989, sem ter sido julgado.
O médico Marcel Petiot foi declarado culpado de 24 assassinatos e executado em 1946. Ele esquartejava e queimava suas vítimas em um hotel parisiense.

Postagens mais visitadas deste blog

Vampiros e Lobisomens - A origem das raças obscuras

Como descobrir se você é um Lobisomem?

Voduísmo - Descubra como acabar com seu inimigo!